Voltar ao site

Ep.13 - Foi um prazer, Monsieur Mathieu!

Memória escrita por Jorge Ferreira

Jeremy Mathieu

106 Jogos ao serviço do Sporting;
9.169’ minutos jogados;
9 Golos marcados com a Verde e Branca;
3 Assistências para golo;
1 Taça de Portugal;
2 Taças da Liga;

Ganhou tudo em Barcelona, mas um dia choramos juntos uma conquista de uma Taça de Portugal e isso será eterno!

Mathieu entrou no Sporting rodeado de dúvidas, sai deixando muitas saudades e algumas lágrimas..

Na época 2017/18: chega a Alvalade um central internacional francês, com 1.89 m de altura, proveniente de Barcelona. As dúvidas eram manifestas! Os seus 33 anos e a última época em Camp Nou pautada por lesões, levavam os mais descrentes a questionar se Mathieu estaria preparado para este desafio. Tímido nas palavras, de um sorriso algo envergonhado, mas com demasiado perfume quando a bola lhe caía nos pés. Cedo se percebeu que, se o seu tendão de Aquiles o deixasse em paz estaríamos perante uma contratação de luxo do Sporting Clube de Portugal. E, assim foi! Entra diretamente para o top 3 dos melhores centrais que vi jogar no Sporting, juntando-se a André Cruz e Marco Aurélio. Formou com Coates uma das melhores duplas de centrais do Sporting nas últimas três décadas. Os seus 33 anos eram enganadores! Mathieu transpirava frescura dentro do relvado e logo na primeira temporada juntou mais de 4 mil minutos de utilização à sua longa carreira, distribuídos por 48 jogos. Que jogador! Que classe! Que Senhor! Dentro e fora do relvado...

As saudades irão ser muitas! Aquele olhar eterno e peculiar a mirar a baliza no momento em que se preparava para bater aqueles livres, em que a bola entrava onde a coruja dorme!

Aquelas cavalgadas no corredor esquerdo, com bola e sem bola, a envergonhar putos de 18 anos, sempre a dar opção de passe aos colegas.

A classe nos cortes de carrinho a fazer as dobras no seu raio de ação. O posicionamento e leitura de jogo que fazia com que raramente perdesse um duelo.

Mas foi com a bola nos pés que o central mais impressionou. A leveza, elegância e classe com que saía a jogar vai fazer muita falta! Dificilmente o Sporting terá na sua fileira, nos próximos anos, um central com esta capacidade de sair a jogar na primeira fase de construção. A forma como ligava setores! A astúcia como encontrava espaços interiores! A subtileza com que virava o jogo com passes teleguiados! Os passes curtos! Os passes longos! A verticalidade que dava ao jogo do Sporting! A classe! Sim, a classe! Que jogador, senhores!

Nem sempre foi fácil gerir a sua condição física. Percebia-se amiúde que era necessário guardar o central francês numa redoma de vidro para não se lesionar. Ou ser tratado com pinças para resguardar a sua debilidade física. Porém, Mathieu sempre esteve disponível para ajudar o Sporting. Até à última gota de suor! Até à última gota de sangue! Até hoje.. Um dia que ficará eterno pelo agradecimento por tudo o que nos deu! E foi muito!

Venceu pelo Barcelona uma Champions, um Campeonato do Mundo, uma Supertaça Europeia, duas Ligas Espanholas, três Taças do Rei e uma Supertaça Espanhola, contudo, ainda chorou connosco uma conquista de uma Taça de Portugal e isso será eterno… o eterno Mathieu!

Foi um prazer Monsieur Mathieu !

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK